Quinta-feira, 26/ Novembro/ 2020
Veja as ultimas Noticias
Aumenta casos de dengue em Goiás, em comparação com 2015. Em Morrinhos, ao contrário, houve diminuição

Aumenta casos de dengue em Goiás, em comparação com 2015. Em Morrinhos, ao contrário, houve diminuição

O secretário de Estado da Saúde, em Goiás, Leonardo Vilela, divulgou na manhã de terça-feira, 01/03/16, um documento que confirma aumento nas notificações dos casos de dengue em 2016, quando a comparação é feita com o ano anterior.

Até aqui foram registradas 32.647 notificações. Em 2015 foram 29.700 casos. Segundo o secretário, ao menos metade dos casos foram registrados em Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia.

Desses 32.647 casos notificados, já foram confirmados 3.298.

MORRINHOS

Em Morrinhos já foram notificados 97 casos com suspeita de dengue, em 2016, mas, apenas 22 foram confirmados. Em 2015, nesta mesma época já haviam 177 casos de dengue, em Morrinhos.

Isso significa que, na contramão do estado, em Morrinhos houve uma redução drástica em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

EM GOIÁS

No estado o aumento se confirma mesmo durante as ações da chamada FORÇA-TAREFA, da Secretaria, que tem por objetivo eliminar focos do Aedes Aegypti.

Leonardo Vilela frisou que, mesmo com o aumento de notificações, o porcentual de imóveis com focos do mosquito caiu de 3,99% para 2,13%.

“Há uma conscientização da população, o que tem nos ajudado muito”, disse o secretário. Ele garantiu que o grupo de combate ao mosquito já visitou todos os 246 municípios de Goiás, passando em todos os imóveis.  

Leonardo Vilela anunciou ainda que a dengue tipo 3, que há 8 anos não circulava no Estado, voltou a ser preocupação para os goianos após dois casos serem registrados no Entorno do Distrito Federal. Agora, oficialmente, circulam no Estado os quatro tipos do vírus – fato que é inédito em Goiás.

De acordo com o secretário da saúde, há grande preocupação, pelo fato de existir maior número de preocupações neurológicas ligadas ao tipo 3.

“Temos uma população com baixa imunidade em relação a esse tipo de vírus, e isso pode acarretar maior número de pessoas infectadas”, explicou secretário, assinalando que aumento de pessoas infectadas com dengue pode aumentar ainda mais nos próximos meses.

Fonte: O Popular on line

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: