Quarta-feira, 3/ Junho/ 2020
Veja as ultimas Noticias
DENGUE: 02 mortes em Morrinhos! Goiás é o estado com maior incidência de dengue no Brasil em 2015
Mortes Confirmadas por Dengue, até a semana 47 de 2015

DENGUE: 02 mortes em Morrinhos! Goiás é o estado com maior incidência de dengue no Brasil em 2015

Precisamos nos dedicar ao combate à dengue. Todos temos obrigação de colaborar. A responsabilidade é de cada cidadão.

A Secretaria Estadual de Saúde já registrou 76 mortes causadas pela dengue, em Goiás, neste ano, segundo o mais recente boletim divulgado na quinta-feira, 03/12.

4ª feira é dia de Pizza em dobro... Compre uma e ganhe outra. Aproveite!!!

4ª feira é dia de Pizza em dobro… Compre uma e ganhe outra. Aproveite!!!

No total, já foram notificados 182 mil, 537 casos, sendo que 91 mil, 489 foram confirmados, o que representa uma alta de 55,18% na comparação com o mesmo período do ano passado.

As três cidades com o maior número de incidência da dengue são:

1º) Goiânia, com 77 mil, 862 casos;

2º) Aparecida de Goiânia, com 15 mil, 937 notificações; e

3º) Anápolis, com 10 mil, 716 casos.

Patrocinando a Informação

Patrocinando a Informação

MORTES CONFIRMADAS POR DENGUE EM GOIÁS, EM 2015

31 ocorreram em Goiânia

05 em Aparecida de Goiânia

04 em Jataí

03 em Goiatuba

03 em Anápolis

03 em Mineiros

Em Ceres, Crixás, Morrinhos e Novo Gama, foram registradas duas mortes por dengue, em 2015.

Em Abadiânia, Brazabantes, Britânia, Campinorte, Campo Limpo de Goiás, Carmo do Rio Verde, Goianésia, Goianira, Inhumas, Iporá, Itapaci, Itumbiara, Morro Agudo, Rialma, Rio Verde, Rubiataba, Trindade, Uruaçu e Valparaíso foi registrada uma morte em cada município.

4

GOIÁS, O ESTADO COM MAIOR INCIDÊNCIA DE DENGUE NO BRASIL, EM 2015

Dados do Ministério da Saúde confirmam que, até o dia 14 de novembro, Goiás foi o estado do Brasil que registrou a maior incidência de casos prováveis de dengue a cada 100 mil habitantes, com 2.314 registros, neste ano.

Em seguida aparece o estado de São Paulo, com 1.615 casos e Pernambuco, com 901.

No total do país, até 14 de novembro foram registrados 1 milhão e 500 mil casos prováveis de dengue. O aumento é de 176%, comparado ao mesmo período do ano passado.

dengue 6

SECRETÁRIO DA SAÚDE ESTÁ PREOCUPADO

O secretário Estadual de Saúde, Leonardo Vilela, admitiu estar preocupado com a situação. Em entrevista ao G1/Go ele disse:

“Ainda estamos no período chuvoso, mas com incidência moderada dos casos de dengue, sendo 200 a 300 por semana, o que não é considerado um período de pico, quando chegam a ser registrados mais de 10 mil. No entanto, a partir de janeiro teremos um novo salto, pois os focos do Aedes Aegypti continuam a ser encontrados”.

A DENGUE ESTÁ DENTRO DE CASA

Segundo Leonardo Vilela, estudos revelam que 80% dos focos do mosquito encontrados em Goiás estão dentro das casas. Ele pede ajuda dos moradores para reverter essa situação.

“Os focos estão em entulhos, calhas, vasos de plantas, pneus armazenados inadequadamente, depósitos de água, caixas d’água destampadas. Então também cabe à população fazer esse controle e ao Estado se atentar aos demais 20%, que estão em ruas, parques, entre outras áreas públicas”, disse o secretário.

MICROCEFALIA E ZIKA VÍRUS

Além da dengue, o Aedes Aegypti também pode transmitir a Febre Amarela, Chikungunya e o Zika Vírus, suspeito de ligação com casos de microcefalia.

Nas últimas duas semanas, sete casos de má formação foram rgistrados em Goiás, sendo que cinco deles são investigados por elo com o zika: dois em Goiânia, um em Rio Verde, um em Montividiu e outro em Pirenópolis.

Abaixo, clique em Like para compartilhar esta notícia.

(Fonte: G1/GO – Reportagem de Fernanda Borges; e Secretaria de Estado da Saúde do Estado de Goiás, via Boletim Epidemiológico)

Patrocinando a Informação

Patrocinando a Informação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: