Domingo, 25/ Outubro/ 2020
Veja as ultimas Noticias
Prefeito Rogério Troncoso e Secretário André Luiz no combate à Dengue

Prefeito Rogério Troncoso e Secretário André Luiz no combate à Dengue

Visando intensificar as ações de combate à Dengue em todo estado de Goiás, a Secretaria Estadual da Saúde realizou na sexta-feira, 27/02, um encontro com secretários e prefeitos dos 246 municípios goianos para apresentar a atual situação da doença e também destacar o papel de cada ente federado na atuação no combate à endemia.

De Morrinhos, o Prefeito Rogério Troncoso e o Secretário de Saúde, André Luiz participaram do encontro. Na verdade, o município saiu à frente do Estado, pois já foram realizadas várias reuniões com a sociedade organizada e as primeiras ações efetivas, nos bairros, para intensificar o combate ao mosquito transmissor da doença. Além disso, a prefeitura de Morrinhos usa com muita eficiência os veículos de comunicação para mobilizar a comunidade. 

O secretário da Saúde, Leonardo Vilela, confirmou o registro do aumento de 36,70% no número de notificações da doença, em comparação com o mesmo período do ano passado. Já são 19.584 casos de dengue este ano. Só em Goiânia, são aproximadamente 9 mil. Leonardo Vilela informou que até agora, em 2015, 13 óbitos estão sendo investigados. Uma morte por dengue já foi confirmada, em Goiânia.

 O Estado pretende investir 6 milhões, 152 mil, 137 reais e 44 centavos, neste ano, em ações contra a dengue. Haverá aquisição de caminhonetes para renovação da frota de bombeamento do inseticida, estetoscópios e cadeiras para hidratação de pacientes, entre outros. 

Os municípios devem garantir exames de sangue 24 horas por dia e ter agentes para o combate a endemia, entre outras ações. Leonardo Vilela solicitou que os municípios deem prioridade à contratação desses agentes, que estão em número insuficiente, em alguns municípios.

O governador Marconi Perillo, presente no encontro, ressaltou que pediu ao secretário Leonardo Vilela que envie uma carta a todos os secretários municipais com um roteiro das ações que devem ser tomadas. “Às vezes tem a boa intenção, mas não sabe por onde começar. É um passo a passo para enfrentar esse desafio. Outro pedido é que se reúna com a Secretaria de Educação para pedir o engajamento de diretores, pais, professores para fazer um trabalho de orientação e preventivo”. O governador ainda solicitou que este trabalho seja feito também na UEG. “Temos que reunir todo o governo. Se em Aruanã foi possível uma redução drástica, é possível que façamos em todos os lugares também”.

Marconi referiu-se a redução dos casos de dengue em Aruanã devido às ações promovidas pela prefeitura. Até agora, foram registradas apenas duas notificações da doença em 2015, contra 49 no ano passado. Segundo o prefeito da cidade, Paulo Valério, para que tudo dê certo, é necessário que haja uma mudança de comportamento nas cidades. (Fonte: http://www.goiasagora.go.gov.br/)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: