Domingo, 14/ Julho/ 2024
Veja as ultimas Noticias
GO-213: Governador Ronaldo Caiado propõe parceria ao Exército Brasileiro para concluir duplicação entre Morrinhos e Caldas Novas

GO-213: Governador Ronaldo Caiado propõe parceria ao Exército Brasileiro para concluir duplicação entre Morrinhos e Caldas Novas

Na segunda-feira, 06/02, o governador Ronaldo Caiado foi à Brasília onde participou de reunião com o Comando do Exército Brasileiro. Preocupado com o abandono da obra de duplicação da GO-213, entre Morrinhos e Caldas Novas há quase 10 anos, Caiado apresentou ao Exército uma proposta de duplicação da rodovia. O convênio solicitado é para 57 Km de rodovia, com custo estimado de 150 milhões de reais.

Serviço perdido após abandono da obra – Foto: Correio Sul Goiano

O governador informou que Goiás já tem disponibilidade orçamentária, mas que não pode apresentar uma data para o início das obras já que elas devem ser analisadas pelo Exército. Ao falar com a imprensa, após o encontro, o governador explicou:

“Entregamos hoje um projeto para que seja analisado pelo Exército. Hoje temos orçamentariamente disponibilidade para podermos cumprir o acordo que for feito com o Exército Brasileiro”.

Governador Ronaldo Caiado se reúne com Comando do Exército – Foto Assecom Governo de Goiás

Ronaldo Caiado disse que o primeiro trecho a ser duplicado tem 39 km e vai de Morrinhos ao entroncamento com a GO-507, na entrada de Rio Quente. O segundo trecho tem 18 km e vai do trevo de Rio Quente até Caldas Novas. 

O papel de duplicação e restauração da rodovia deve ficar por conta do Exército, que de acordo com Caiado tem experiência na execução de obras.

“Nada mais gratificante do que ter o padrão de excelência do Exército cuidando para que tenhamos uma duplicação da GO-213” – disse o governador goiano.

Serviço perdido após abandono da obra – Foto: Correio Sul Goiano

Caiado disse ainda que a escolha do local das obras se justifica pelo fluxo de turistas na região. Ele acredita que as obras devem sair do papel ainda neste ano.

“O general disse que terá todo interesse em transformar isso em realidade. Saio convencido de que teremos nesse ano de 2023 o primeiro convênio assinado com o Exército Brasileiro” – celebrou Caiado. Segundo ele, o projeto só não foi colocado em prática em 2022 por conta do teto de gastos.

Serviço perdido após abandono da obra – Foto: Correio Sul Goiano

Além do comandante do Exército, participaram do evento o general Tomás Paiva, o general Paulo Roberto Viana Rabelo, chefe interino do Departamento de Engenharia e Construção do Exército, e o general de Brigada Rogério Cetrim de Siqueira, diretor de obras de cooperação do Exército.

Fonte: Com informações de O Popular e Assessoria de Comunicação do Governo do Estado de Goiás

🎙️Leonardo Costa, da redação do Correio Sul Goiano
🌐 @correiosulgoiano – Instagram
🖥️ /correiosulgoianooficial – Facebook

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*