Sexta-feira, 30/ Outubro/ 2020
Veja as ultimas Noticias
Mais um acidente na Av. Coronel Pedro Nunes deixa motociclista ferido

Mais um acidente na Av. Coronel Pedro Nunes deixa motociclista ferido

Avenida Coronel Pedro Nunes foi palco de mais um acidente de trânsito com vítima de ferimentos. São dezenas de pequenos acidentes nessa avenida a cada ano.

VIA DIAGONAL

A Av. Coronel Pedro Nunes ‘atravessa’ as outras ruas em diagonal, ou seja, não as ‘corta’ em ângulo reto, onde as esquinas criam ângulos de 90 graus.

Diferente da maioria das demais, as esquinas da Avenida Coronel Pedro Nunes com as ruas secundárias são de ângulos irregulares, o que dificulta a visão dos condutores.

HAJA PESCOÇO

O condutor que atravessa a Av. Coronel Pedro Nunes, ao chegar em uma das esquinas tem que fazer um belo exercício com o pescoço para certificar-se do momento seguro para fazer a travessia.

VEÍCULOS PRÓXIMOS AS ESQUINAS

Isso se agrava especialmente quando tem carros, caminhonetes e até caminhões estacionados há menos de 5 metros das esquinas, desrespeitando o Código de Trânsito Brasileiro.

E quando o momento de travessia da avenida é mal calculado, ou quando o condutor simplesmente não para no cruzamento da via – que é preferencial – os acidentes acontecem. Novamente aconteceu na manhã de sábado, 11/04.

HÁ ANOS JOVEM MORREU NA MESMA AVENIDA

E foi na mesma esquina onde há alguns anos uma motociclista morreu após ser colhida por uma caminhonete. À época, a moça descia na Av. Coronel Pedro Nunes quando a caminhonete que trafegava por uma via secundária atravessou a via preferencial, sem parar, colheu a motociclista que não resistiu aos graves ferimentos e morreu.

SEM MUDANÇAS

De lá para cá, outros muitos acidentes aconteceram em cruzamentos de ruas com a Av. Coronel Pedro Nunes. Pessoas se feriram com gravidade, algumas ficaram com sequelas permanentes, além dos muitos acidentes, que felizmente acabaram com ferimentos leves, mas, que poderiam ter ferido com gravidade ou matado alguém.

OS VÁRIOS PROBLEMAS

O principal problema da Av. Coronel Pedro Nunes é cortar as demais em diagonal, produzindo esquinas muito perigosas. Mas, lá tem outros problemas.

A Av. Coronel Pedro Nunes tem trânsito de veículos pesados. Pequenos e grandes caminhões, até bi-trens dividem o espaço da via com pedestres, motociclistas e carros de passeio. Isso torna a via ainda mais perigosa.

O LADO POSITIVO DA VIA

Mas, há que se ressaltar uma informação. A Av. Coronel Pedro Nunes é bem sinalizada. O asfalto é recuperado de tempos em tempos e sempre oferece boas condições de tráfego.

Todas, exatamente todas as esquinas são sinalizadas com o sinal de PARE no asfalto e a placa de PARE em cada uma das ruas secundárias.

O GRANDE PROBLEMA: OS CONDUTORES

A maioria absoluta dos acidentes naquela via observados é por falta de atenção, imprudência ou negligência dos condutores.

Quem trafega pela Av. Coronel Pedro Nunes pode desenvolver velocidade menor e ser mais prudente nas esquinas, praticando a direção defensiva.

Quem cruza a Av. Coronel Pedro Nunes por uma via secundária deve sempre obedecer o sinal de PARE.

Os motoristas que estacionam suas caminhonetes, caminhões e carros próximos às esquinas deveriam ser multados pela SMT, que por sua vez, deveria ser mais rigorosa na fiscalização. Aliás, deveria ao menos exercer a fiscalização, que ainda nos dias de hoje é por conta da PM e não da SMT.

Mas, a PM com contingente pequeno se esforça e se desdobra para cuidar da segurança da cidade, não tendo a disponibilidade de pessoal que desejaria para cuidar mais acuradamente dos assuntos de trânsito. Assuntos que são cuidados, mas, não com a dedicação que necessita. Mas, este já é outro assunto.

O ACIDENTE DE SÁBADO 11/04

Acidente 02

Muito bem, vamos ao acidente da manhã de sábado, 11/04. Passava pouco das 09h30, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer um motociclista vítima de acidente de trânsito na esquina da Av. Coronel Pedro Nunes com a Rua 7 de setembro.

De acordo com o Boletim de Ocorrências, Lucas Elias Borges de Souza, de 21 anos, conduzia uma Moto Honda, Titan 150cc, no sentido centro para Setor Santos Dumont, quando foi colhido por um veículo Gol, de cor preta, conduzido por Franciely de Oliveira Souza, que trafegava pela Rua 7 de setembro.

Lucas estava conduzindo a moto do Supermercado Ideal, do qual é funcionário.   

Ainda segundo o B.O, ambos possuem CNH, portanto são habilitados à condução dos veículos.

Acidente 01

Lucas sofreu um forte trauma na perna direita com corte contuso, o que provocou grave sangramento. A condutora do veículo Gol não se feriu com gravidade.

Lucas foi conduzido pelos bombeiros ao Hospital Municipal de Morrinhos, onde foi atendido pelo médico ortopedista, Dr. Luis Cláudio, que identificou lesão no tendão, sendo necessária a intervenção cirúrgica.

A cirurgia foi realizada no Hospital Municipal de Morrinhos, pelo próprio Dr. Luiz Cláudio, ainda no sábado.

A perna do motociclista foi imobilizada e após passar a noite no Hospital, na manhã de domingo, 12/04, Lucas Elias foi novamente avaliado pelos médicos e recebeu alta, sendo conduzido à sua residência na Vila Mutirão, onde se recupera.

(Da redação, por Leonardo Costa, com colaboração do Corpo de Bombeiros, Hospital Municipal de Morrinhos e Fotos de internauta enviadas via WhatsApp – 64 9294-9025)

Panela de Barro Site Novo - 01

Mercotintas Banner Site - 01

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: