Sexta-feira, 6/ Dezembro/ 2019
Veja as ultimas Noticias
Operação Ostentação: Polícia Civil prende suspeitos de roubo em Morrinhos e municípios vizinhos

Operação Ostentação: Polícia Civil prende suspeitos de roubo em Morrinhos e municípios vizinhos

Ricardo Chueire, delegado titular da 6ª DRP de Polícia Civil com sede em Itumbiara informou ao Correio Sul Goiano que na quarta-feira, 12/08, a Polícia Civil de Morrinhos, sob comando do delegado titular da delegacia da cidade, Dr. Fabiano Jacomellis deflagrou a operação “Ostentação”.

De acordo com os delegados, enquanto os policiais civis cumpriram o mandado de prisão em desfavor de Rodrigo Mendes dos Santos, de 36 anos, na cidade de Morrinhos Goiás, outra equipe de agentes se deslocou até a cidade de Uberlândia Minas Gerais, e com o auxilio da Polícia Civil mineira, prendeu preventivamente Luís Eduardo da Silva Martins, de 20 anos.

Os agentes prenderam também, em flagrante, Joseph Guissoni Justino de 24 anos, suspeito de porte ilegal de arma de fogo. Este ficou detido no estado de Minas Gerais.

BAF 05 BAF 06 BAF 09

Ricardo Chueire Informou ainda que além das prisões, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos, sendo apreendidos aparelhos de telefone celular, televisores e joias.

BAF 07

O delegado informou que com base nas investigações realizadas pela polícia civil, foi caracterizado que os envolvidos, auxiliados por outros criminosos, praticaram assaltos, mediante uso de armas de fogo e restrição de liberdade das vítimas, nas cidades de Morrinhos, Joviânia, Água Limpa, Rio Quente e Professor Jamil.

Ainda segundo o delegado de Morrinhos, Dr. Fabiano Jacomellis foram identificados outros integrantes da organização criminosa, sendo que a Polícia Civil representará pela prisão preventiva dos demais suspeitos.

BAF 11

Além disso, o delegado explicou que existe a possibilidade dos suspeitos terem praticado crimes em outras cidades da região sul de Goiás, razão pela qual é importante que eventuais vítimas que os reconheçam através das fotos divulgadas pela Polícia Civil, procurem a Delegacia de sua cidade e faça denúncia.

De acordo com as investigações, os suspeitos tinham o costume de ostentar em redes sociais as joias e os valores subtraídos em suas ações criminosas.

O delegado informou que os detidos responderão pelos crimes de roubo qualificado e associação criminosa, com penas que podem chegar a 18 anos de reclusão. (Da redação, por Leonardo Costa, com informações e fotos da Polícia Civil, delegados Ricardo Chueire e Fabiano Jacomelis. Fotos: Divulgação da Polícia Civil)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: