Sexta-feira, 4/ Dezembro/ 2020
Veja as ultimas Noticias
Super Bactéria KPC provoca fechamento de UTI’s em Uberlândia-MG

Super Bactéria KPC provoca fechamento de UTI’s em Uberlândia-MG

O prefeito Gilmar Machado decretou, na quarta-feira, 22/07, emergência na saúde pública de Uberlândia/MG pelo período de 180 dias.

A decisão partiu depois que o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia – UFU – popularmente conhecido por muitos anos apenas por “Medicina”, anunciou o fechamento de leitos da Unidade de Terapia Intensiva – UTI – devido contaminação por uma superbactéria – KPC.

A informação do decreto foi divulgada por volta das 14h00, na página da Prefeitura no Facebook.

Com o decreto, as redes particulares que possuem leitos de UTI serão obrigadas a atender pacientes vindos da rede pública, mesmo que a unidade não seja credenciada ao Sistema Único de Saúde – SUS.

Os custos das internações serão arcados pelo Município, com o dinheiro que, originalmente, seria repassado ao HC-UFU.

Atualmente, os 40 leitos do Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia estão em atendimento regular, porém ocupados. Além dos 30 leitos de UTI do HC-UFU, que estão temporariamente desativados, atendem pelo SUS outros 19, oriundos da rede particular.

De acordo com a Secretaria de Saúde, ainda há mais 49 leitos de UTI em hospitais privados de Uberlândia, não credenciados pelo SUS.

Na postagem da Prefeitura consta ainda que na sexta-feira, 24/07, uma comissão formada por integrantes do Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Saúde, Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Universidade Federal de Uberlândia e Secretaria Municipal de Saúde farão a primeira reunião para tratar do processo de transição da gestão do HC-UFU.

Contudo, no início da noite a assessoria da Ebserh informou que não participará da reunião, conforme a postagem da prefeitura.

A Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba (Amvap) também manifestou preocupação com a interdição dos leitos de UTI no HC-UFU.

Segundo a entidade, o hospital é responsável pelo atendimento de média e alta complexidade a 23 municípios da região. Por meio de nota, a Associação informou que irá pedir providências ao Governo do Estado para resolver a questão.

Entenda o caso HC-UFU

A direção do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) detectou nesta terça-feira, 21/07, a colonização e infecção por uma superbactéria na Unidade de Terapia Intensiva – UTI.

Segundo nota divulgada à imprensa, seis pacientes foram contaminados pela bactéria Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase – KPC. Por causa das infecções, os 30 leitos da UTI estão impossibilitados de receber novos pacientes.

A estimativa é que a unidade fique fechada por quatro semanas. Segundo o hospital, o setor terá de passar por um processo de desinfecção após a desocupação de todos os leitos.

Ainda de acordo com o HC-UFU, a contaminação na UTI dificultou ainda mais os atendimentos no Pronto Socorro, que foram interrompidos na terça-feira, 21/07. (Fonte: G1/MG – http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2015/07/prefeitura-de-uberlandia-decreta-emergencia-na-saude-publica.html)

pref

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: