Quarta-feira, 3/ Junho/ 2020
Veja as ultimas Noticias
Rapaz suspeito de matar jovem de 14 anos, a mãe dela e ainda tentar suicídio

Rapaz suspeito de matar jovem de 14 anos, a mãe dela e ainda tentar suicídio

A noite de sábado foi trágica para uma família em Porteirão, cidade que fica a 110 Km de Goiatuba, município do qual foi emancipado há 19 anos.

Um rapaz de 21 anos é o principal suspeito de atirar contra a ex-namorada e a mãe dela, e em seguida atirar contra a própria cabeça, na tentativa de suicídio.

Testemunhas dizem que a jovem Sthefanny Oliveira da Silva, de 14 anos, estava em companhia de algumas amigas quando foi abordada pelo suspeito, de 21 anos de idade.

Sem dizer muita coisa ele teria sacado um revólver calibre 38 e mandado a jovem correr.

As testemunhas contam que a mãe da jovem foi chamada e quando se aproximou do rapaz, ele disparou contra ela, atingindo-a no peito.

Ainda segundo as testemunhas, quando o rapaz se preparava para atirar novamente a filha entrou na frente da arma e foi alvejada na cabeça.

O suspeito ainda teria disparado mais três vezes e em seguida atirou contra a própria cabeça.

As mesmas testemunhas disseram que mãe e filha foram socorridas por pessoas que estavam nas proximidades, e que as levaram para o Hospital Municipal de Porteirão.

O suspeito teria sido socorrido pela ambulância e também levado ao Hospital.

Após receberem o primeiro atendimento médico os três foram transferidos ao Hospital de Urgências de Santa Helena – HURSO.

Mesmo com todo o esforço das equipes médicas Sthefanny Oliveira da Silva, de 14 anos não resistiu aos graves ferimentos e morreu pouco tempo depois de dar entrada na unidade hospitalar.

Algumas horas depois, a mãe dela, Cássia de Oliveira Silva, de 38 anos, também morreu.

O suspeito dos disparos segue internado no HURSO. Seu estado de saúde não foi divulgado pela direção do Hospital a pedido da família.

Nossa reportagem ainda não conseguiu contato com a autoridade policial, mas, amigos das vítimas nos disseram que o revólver calibre 38 usado nos crimes tinha a numeração raspada – informação ainda a ser confirmada por nossa redação, com a autoridade policial, com a qual estamos tentando contato.

Amigos da vítima disseram que os crimes tiveram motivação passional, pois o suspeito, que mora em Turvelândia, município vizinho ao Porteirão estaria contrariado com o fato de Sthefanny ter terminado o namoro com ele.

Algumas pessoas nos disseram que o rapaz sempre foi um rapaz trabalhador, de bom comportamento e que não imaginavam que ele fosse capaz de tomar tal atitude.

Sthefanny e sua mãe são de família muito querida e conhecida em Porteirão, por isso, a comunidade local ficou bastante abalada com o acontecido.

Mãe e filha foram veladas sob clima de forte comoção popular, além de amigos e familiares. O sepultamento aconteceu no domingo, 10/05.

Duas mensagens postadas pelo suspeito, em sua página de facebook, na noite anterior aos fatos deixam intrigados os amigos da vítima e os dele.

Em uma das postagens o rapaz escreveu: “Tá parisendo Q hje é o último dia q tô aki nau sei se vo ta aqui outro dia boa noite ae”

Junto com a mensagem ele postou um pequeno vídeo, com animação de fotos dele mesmo. Veja abaixo, a postagem a qual ele deu publicidade em sua página no facebook.

porteirao - 10

Na outra postagem não há comentários, além da foto, através da qual o suspeito fala de LUTO. Veja na foto abaixo:

porteirao - 08

(Da redação, por Leonardo Costa – Fotos das páginas de facebook)

Mercotintas Banner Site - 01

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: