Segunda-feira, 16/ Setembro/ 2019
Veja as ultimas Noticias
SUSPEITO DE ASSASSINAR O PROFESSOR SEBASTIÃO FOI PRESO PELA POLÍCIA CIVIL EM GOIATUBA

SUSPEITO DE ASSASSINAR O PROFESSOR SEBASTIÃO FOI PRESO PELA POLÍCIA CIVIL EM GOIATUBA

A crueldade, a sordidez e a desnecessária violência contra o professor Sebastião ainda chocam a comunidade de Goiatuba.

O Correio Sul Goiano apurou que no terceiro dia após a descoberta do assassinato, o delegado Patrick Carniel e seus comandados da Delegacia de Polícia Civil de Goiatuba, prenderam o suspeito de ser o autor do latrocínio ocorrido no domingo de páscoa, 21/04/19.

OBS: Para compartilhar esta notícia clique em CURTIR ao fim desta página

Nosso repórter, Leonardo Costa foi informado que durante a investigação os policiais conseguiram desvendar que alguns dias antes do latrocínio, um homem por nome Walisson Moura Silva, de 24 anos, que conhecia o Professor Sebastião esboçou interesse em matar o professor para rouba-lo.

O delegado descobriu que Walisson planejou roubar o veículo do professor, e em seguida, para não ser reconhecido, matá-lo. Para isso, ele teria convidado um menor para acompanhá-lo na ação criminosa.

Mas, o menor recusou-se a participar do latrocínio – fato que não impediu que Walisson seguisse com seu plano mesmo sozinho.

O Correio Sul Goiano foi informado que Walisson combinou com o professor Sebastião de os dois assistirem um filme na residência da vítima.

No dia combinado, o professor buscou Walisson em seu carro, tendo ambos se dirigido para a casa de Sebastião – onde o crime aconteceu.

O delegado Patrick Carniel contou que, em determinado momento, aproveitando-se da distração do professor, enquanto este colocava o disco no aparelho de DVD, Walisson pegou o fio, que tinha levado consigo, e passou no pescoço de Sebastião asfixiando-o até a morte.

Com o professor morto, Walisson seguiu com seu plano. Ele planejou dissimular o local do crime. Para tanto, amarrou as mãos e as pernas do professor.

Em seguida, com Sebastião morto na sala da casa, Walisson ficou à vontade para subtrair algumas joias, entre elas o relógio e três pulseiras, todos de ouro. Não satisfeito, ele roubou também o carro do professor – um GM Prisma de cor prata, com placa ONU 5102.

Walisson saiu com o carro roubado em direção à Aparecida de Goiânia, onde pretendia vender o veículo. Sua ousadia foi tanta que ele parou em um posto de combustíveis da cidade e abasteceu o carro.

Mas, enquanto trafegava pela rodovia GO-213, o ladrão suspeito acabou colidindo com outro carro, o que ocasionou o capotamento do veículo roubado e, por conseguinte, o abandono do mesmo.

Patrick Carniel informou que Walison foi preso na casa onde mora e confessou o crime, informando todos esses detalhes de como teria praticado o crime.

Foi decretada sua prisão temporária, pelo prazo de 30 dias.

OBS: Para compartilhar esta notícia clique em CURTIR no fim da página

O Correio Sul Goiano apurou também que as joias subtraídas da vítima foram localizadas pela Polícia Civil na posse de um comerciante, Osmar Batista Dias, que teria comprado todas elas de Walisson.

O delegado disse que Osmar foi detido suspeito do crime de receptação qualificada.

Walisson foi levado à Unidade Prisional de Goiatuba, onde se encontra à disposição do Poder Judiciário.

FONTE: Polícia Civil, delegados Ricardo Torres Chueire e Patrick Carniel

#correiosulgoiano #goiatuba #homicídio #dpgoiatuba #policiacivilgoias #pccontraocrime #6DRP

SUSPEITO TERIA CONFESSADO O CRIME

SUSPEITO TERIA CONFESSADO O CRIME

SUSPEITO TERIA CONFESSADO O CRIME

SUSPEITO TERIA CONFESSADO O CRIME

SUSPEITO TERIA CONFESSADO O CRIME

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: