Quarta-feira, 21/ Novembro/ 2018
Veja as ultimas Noticias
TRAGÉDIA: Arma de policial dispara e atinge amigo na cabeça. Desesperado o soldado se matou, em Goiânia

TRAGÉDIA: Arma de policial dispara e atinge amigo na cabeça. Desesperado o soldado se matou, em Goiânia

Quem é que nunca ouviu a frase: Arma não é brinquedo!?!?

Pois é, mais ao que tudo indica, parece que foi justamente uma brincadeira entre um soldado da Polícia Militar e um amigo dele que acabou gerando uma tragédia. Os dois morreram!!!

Foi no final da tarde de quarta-feira, 24/10/18, em Goiânia, na Avenida Planície, da Vila Itatiaia.

Testemunhas contaram aos policiais que chegaram para registrar a ocorrência, que o soldado de 3ª classe da Polícia Militar, Flávio Farias de Oliveira, de 30 anos, estava conversando com o amigo, Matheus Oliveira de Castro, de 20 anos, e em determinado momento, o policial sacou a arma e começou a manuseá-la.

Foi quando de repente, a arma disparou – ao que tudo indica acidentalmente – e o tiro acertou a cabeça de Matheus.

Algumas pessoas narraram que o policial Flávio chegou a dizer para o amigo Matheus algo sobre a arma disparar, manuseando o armamento e confiando que a pistola estivesse travada.

As testemunhas contaram que após o disparo acidental, o soldado Flávio teria entrado em desespero.

As pessoas contam que Flávio teria dado a volta em seu carro, abriu a porta como se fosse entrar, mas mudou de ideia e ali mesmo fez um disparo contra a própria cabeça.

Infelizmente, o soldado Flávio Faria de Oliveira não resistiu aos graves ferimentos e morreu no local.

Matheus Oliveira foi socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros, ainda com sinais vitais ativos e levado ao Pronto Socorro do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage – HUGOL – mas, infelizmente, também não resistiu aos ferimentos na cabeça e morreu antes mesmo de chegar ao Hospital.

Há registro do dia 22 de junho passado, de que o soldado Flávio se envolveu em outra ocorrência de disparo de arma de fogo.

Ainda não se sabe se naquela ocasião ele portava o mesmo armamento que disparou nesta quarta-feira trágica.

Nesta ocorrência do dia 22 de junho, um homem foi ferido na perna após a arma do soldado Flávio ter disparado acidentalmente.

Na ocorrência do dia 22/06/18 Flávio portava uma Pistola TAURUS PT 840.

Ficam as perguntas: Será que era a mesma arma? Será que ela estava com defeito?

Vamos aguardar as investigações e os procedimentos de praxe que deverão ter resultado final nos próximos dias.

Fato é, que uma tragédia aconteceu e dois jovens amigos, cheios de vida, morreram!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: