Sábado, 15/ Agosto/ 2020
Veja as ultimas Noticias
FACADA: Jovem mata outro alegando legítima defesa, em Pontalina

FACADA: Jovem mata outro alegando legítima defesa, em Pontalina

Em Pontalina a Polícia Militar registrou a morte de um homem de 24 anos. Foi na madrugada do feriado da Independência, 07/09.

De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, Jhonata Nogueira e Silva, de 24 anos morreu ferido por golpes de faca, após um desentendimento com Daniel Matias Fidelis, de 20 anos.

O próprio suspeito do homicídio, Daniel, acionou a Polícia Militar após o acontecido. Ele alega legítima defesa.

Daniel disse à Polícia Militar que Jhonata o estava ameaçando. Daniel inclusive acionou a Polícia Militar entre a noite de domingo e a madrugada de segunda-feira informando que Jhonata estava rondando sua casa que fica à Rua Americano do Brasil, no setor central de Pontalina.

Ao serem acionados por Daniel, os policiais realizaram patrulhamento pelas imediações, mas, não encontraram Jhonata.

Daniel disse à Polícia que Jhonata era ex-namorado da atual namorada dele, e por não se conformar com o término do relacionamento Jhonata estava ameaçando Daniel.

Próximo das 04h50 da madrugada de segunda-feira, 07/09, Daniel ouviu o barulho de alguém invadindo sua casa. Ao verificar ele percebeu que era Jhonata que havia entrado em sua residência.

Os dois entraram em luta corporal e se feriram mutuamente. Daniel também está machucado. Mas, segundo a Polícia Militar o invasor levou a pior, sendo ferido mortalmente.

Após receber o golpe Jhonata ainda tentou fugir e saiu da casa de Daniel, a qual ele havia invadido, segundo a PM.

Mas, ele caminhou poucos metros e caiu, sem vida. Ao mesmo tempo em que Jhonata tentava fugir Daniel acionava a Polícia Militar, ainda sem saber que o outro rapaz havia morrido.

A Polícia Militar foi ao local e Daniel então contou o que aconteceu, admitindo que durante a briga, para se defender feriu Jhonata, que não resistiu e morreu.

Daniel foi detido e está à disposição da Polícia Civil e do Poder Judiciário. O Delegado Patrick Carniel deverá conduzir as investigações e inquérito nos próximos dias. (Fonte: Polícia Militar de Pontalina Goiás – Imagem meramente ilustrativa – internet – não se trata da arma do crime)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: