Quarta-feira, 21/ Novembro/ 2018
Veja as ultimas Noticias
Suspeitos executam homem com tiros na cabeça e filmam o homicídio em Morrinhos – informa Polícia Civil

Suspeitos executam homem com tiros na cabeça e filmam o homicídio em Morrinhos – informa Polícia Civil

Em Morrinhos, após quase 03 meses de investigação, a Polícia Civil realizou a prisão de 03 suspeitos do assassinato de Adriano Oliveira Santos, morto com tiros na cabeça, em 17 de fevereiro, no meio rural em Morrinhos.

OBS: Para compartilhar esta informação clique em CURTIR no fim desta página

Um caso de investigação complexa, com poucas pistas e que só foi descoberto 03 dias após a prática do homicídio.

Uma família que passava de carro pela estrada rural da região da Serra foi quem avistou o corpo no meio do mato, já em estado de decomposição e acionou a polícia. Desde então a equipe comandada pelo delegado Fabiano Jacomelis investiga o caso em busca dos autores.

Durante todo este tempo as pistas foram aparecendo e o caso foi sendo desvendado graças ao árduo trabalho investigativo dos policiais e agentes da delegacia de Morrinhos.

De acordo com Fabiano Jacomelis ficaram esclarecidas a motivação e as circunstâncias do crime.

O delegado explicou que na madrugada de sábado, 17 de fevereiro, 2018, três homens se juntaram para executar Adriano.

Diligências, interrogatórios, cruzamento de dados e expressiva análise de informações levaram à elucidação do caso.

A equipe conseguiu desvendar o caso e apurou que o crime foi cometido pelos suspeitos:

RAFAEL COELHO RODRIGUES, de 28 anos, conhecido como BOLADÃO;

VINICIUS SANTOS DA SILVA, de 20 anos, conhecido como JOCKER, e

MARCIO MARTINS GOMES SILVA, de 20 anos, conhecido como PERTURBADO.

Neste longo período de investigações os policiais descobriram que a motivação do crime teria sido uma briga entre facções criminosas e que a vítima, Adriano Oliveira Santos, seria membro da organização rival à facção que os suspeitos integravam.

Ainda, segundo Jacomelis, a vítima foi executada com vários disparos de armas de fogo, fato este que impossibilitou sua defesa – relata o policial.

Com todas as evidências juntadas, o delegado representou pela prisão preventiva dos investigados, que foi decretada pelo Poder Judiciário e cumprida em ação policiai na tarde e noite de quinta-feira, 10/05/2018.

O delegado fez questão de ressaltar o que chamou a atenção da autoridade policial no decorrer das investigações: a crueldade e indiferença no cometimento do crime, inclusive com a gravação de toda a ação de execução feita pelos próprios suspeitos.

O delegado Fabiano Jacomelis ainda informou que o suspeito RAFAEL COELHO RODRIGUES possui registro criminal pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo, furto e roubo.

O investigado VINICIUS SANTOS DA SILVA possui registros em sua folha criminal pela prática do crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

O investigado MARCIO MARTINS GOMES SILVA possui registros pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e dano qualificado.

Fonte: Polícia Civil, delegados Fabiano Jacomelis e Ricardo Torres Chueire.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

%d bloggers like this: